terça-feira, 31 de outubro de 2017

SER TOCADO PELA GRAÇA DE DEUS

Davi não escrevia apenas para si mesmo, também escrevia para os outros. Usando o mesmo artifício poético, podemos considerar suas orações e louvores como nossas próprias. Quando interpretamos os salmos, constatamos que foram escritos para todos nós, por esta razão, precisamos relembrar que, nesse caso, Davi também escreveu na primeira pessoa, ainda que exiba, com detalhes, as experiências do Messias.
Cerca de metade dos salmos pode ser classificada como orações de fé em tempos angustiosos. Vivemos em tempos de muita ansiedade, ela está presente em todos os segmentos da  sociedade. A pergunta que muitos fazem é esta: “Qual o motivo de ficarmos ansiosos?” e a resposta mais simples seria apenas dizer: “Porque somos humanos”. A cada dia acontecem situações para as quais não estamos preparados, e muitas delas estão fora de nosso controle e como não conseguimos responder às realidades ao nosso redor ficamos ansiosos.  
Ao conhecermos as Escrituras Sagradas notamos a existência de Salmos preciosos que comprovam a graça de Deus em nossas vidas:  Salmos 23:1 – “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará”. Assim como Davi vigiava sua ovelhas, o Grande  Pastor, Deus, o estava e continua vigiando. O pastor rege, guia, alimenta e protege suas ovelhas, e elas obedecem ao pastor, seguindo-o, amando-o e nele confiando.
(Salmos 91:1) – “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará”. Podemos observar e entender que este salmo tem nome e endereço: é aplicável aqueles que tem fé no Senhor, que vivem em comunhão com Deus (habitam) e confiam nele para orientação e consolo. A situação histórica parece ser os quarenta anos que o povo de Israel ficou no deserto (endereço).
(Salmos 121:1) – “Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro”.
Amados irmãos, amigos e leitores, aprendemos que o Senhor Deus todo poderoso nos mantém em vigilância perpétua sobre todos aqueles que se inclinam para Ele. Como é importante fazermos o apelo ao Senhor e confiarmos em todas as circunstâncias, que Ele estará sempre pronto a nos atender.
A comunicação com o Senhor é instantânea e há resposta quando clamamos por proteção e misericórdia ou falamos com ele pedindo ajuda em nosso perigoso caminho. O céu não existe secretária eletrônica ou recado encaminhado para a caixa de mensagens. Deus mesmo é quem responde quando chamamos.
Confiar na proteção de Deus é uma forma de honrá-lo. Os salmos, metade dos quais são atribuídos a Davi, o suave  cantor de Israel. Expressam grandes verdades em estilo poético, calculado  para  atingir as cordas mais profundas do coração.
Deveríamos aprender a lição que nos dão, de que   o conhecimento intelectual  não é o  bastante, o coração  também deve ser tocado pela graça remidora de Deus.

 LEVANTAREI OS MEUS OLHOS PARA OS MONTES

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

PORQUE NÃO SOMOS VITORIOSOS

Muitas vezes não sabemos a razão por que não conseguimos vitória. Sabemos que não herdarão o Reino de Deus aqueles que continuam a praticar as obras da carne, sem remorso ou arrependimento. Isto é uma prova evidente que o Espírito ainda não renovou a “CRIATURA”. Mas olhando à luz das Escrituras Sagradas encontramos algumas razões conferidas ao Rei Davi em suas vitórias. Ele foi escolhido não apenas porque era segundo o coração de Deus, como comentam; devemos analisar com mais profundidade. Embora saibamos que ele não fez toda a vontade de Deus, analisemos porque Davi foi escolhido:
1)  Porque reconhecia que Deus o fizera rei e que ele era  apenas um instrumento da graça de Deus. Tudo o que você é depende como está o seu relacionamento e reconhecimento com Deus. Foi Ele quem te criou e abriu as oportunidades em sua vida para que você se tornasse um instrumento valioso em suas mãos.
2)  Davi indagava a Deus em tempos de tribulação e não confiava em sua própria sabedoria (I Crônicas 14:10) – “Então Davi consultou a Deus, perguntando: Atacarei os filisteus? Tu os entregarás nas minhas mãos? O Senhor lhe disse: Ataca, pois eu os entregarei nas tuas mãos”. Examine seu EU, confie e consulte a Deus, que é mais sábio, ao invés de confiar em sua própria sabedoria.
3)  Ele dava a Deus a glória pelas suas vitórias (I Crônicas 14:11) – “Os filisteus atacaram Baal-Perazim, onde Davi os derrotou. Davi disse: Deus rompeu os meus inimigos com as águas rompem barreiras, Por intermédio da  minha mão. Por isso, deram àquele lugar o nome de Baal-Perazim”. Quando você adquire suas vitórias, de quem é a gloria: sua ou de Deus?
4)  Ele destruiu os pagãos em obediência à ordem de Deus (I Crônicas 14:12) – “Eles deixaram ali os seus deuses, que foram incinerados, por ordem de Davi”. Lembre–se da promessa de Deus: ele vai diante de ti eliminando todos os seus inimigos.
5)  Ele esperava pelo sinal de Deus para fazer algo (I Crônicas 14:14) – “Davi voltou a consultar a Deus, que lhe respondeu: Tu não os atacarás ali, mas da a volta por trás e ataca-os na frente das amoreiras; Aguarde um sinal de Deus para agir.
6)  Ele obedecia sem perguntas ou reservas, e assim obtinha a vitória. Davi era humano e, portanto, um pecador, mas Deus encontrou nele admiráveis qualidades. Como tem sido seu comportamento? Tem obedecido e tem tido tempo para consultá-lo? É preciso que suas qualidades estejam em conformidade com a Bíblia para que você esteja no centro da vontade do Senhor.
Amados, Davi  obedecia sem perguntas ou reservas, e assim obtinha a vitória. Davi era humano e, portanto, um pecador, mas Deus encontrou nele admiráveis qualidades. Creio que o Senhor Deus também tenha encontrado em você qualidades, porem o Senhor Deus deseja de você seja obediente a voz do Senhor.

EXPERIMENTE: SEJA ÍNTIMO DO SENHOR